De repente, resolve escrever tudo que lhe vem à mente. Saem palavras bonitas todas reunidas num texto sem nexo e razão. O que importa a razão se o amor se confunde com a emoção e se perde na ignorância de amar até quem mal lhe faz e nem lhe dá atenção? As palavras podem ser vazias. As frases sem nexo, Mas que importa a forma? Versos até tentam, Mas nao traduzem o sentimento. Os poemas aqui postados nao sofreram alteração, a escrita é original. Escritos de outros, identificado em Marcadores.
Escrevo o que penso. Às vezes, sem nexo, sem eixo, sem sul nem norte, mas seja bem vindo, fique à vontade, leia... comente... e seja um seguidor.







Seguidores

15/08/2011

Mal Necessário

Deixa que eu invento
Essa história em desalento,
Grosso modo de viver,
Deixa que eu tento
Descobrir que algum dia
Desse mal ainda sofro
E por ele vou morrer.

Um comentário:

Blog da pró Edenícia disse...

Olá,
Vim retribuir a visita ao meu blog e fiquei encantada com tanta beleza.
Parabéns,
Edenícia